Adoração é um estado de espírito

Enquanto a adoração fala do que somos, o louvor fala do que fazemos.

A adoração é gerada dentro do homem, onde só Deus pode ver. O louvor inevitavelmente se exterioriza, onde os homens também podem ver. Como vimos até aqui, adoração significa reverência a Deus, através de uma vida de reconhecimento e amor. Não é possível adorar sem louvar, mas é possível louvar sem adorar.

Deus disse: “Este povo se aproxima de mim, e com a sua boca e com os seus lábios me honra, mas o seu coração está longe de mim…” (Mateus 15:18)

Os verdadeiros adoradores estão compromissados com Deus interior e exteriormente. A música é um veículo, um transporte para o louvor e a adoração. Louvar a Deus se torna muito agradável com o respaldo (apoio) da música. É muito gostoso expressar nosso louvor a Deus através dela. A música não é fundamental mais coopera.

Ela tem sua importância:

– É uma criação de Deus (Romanos 11.36; Apocalipse 4.11);
– E como a bíblia nos mostra, a música está presente até no céu (Apocalipse 14.3; 15.3).

A bíblia faz inúmeras menções sobre o louvor a Deus com a música:

– “Davi e toda a casa de Israel alegravam-se perante o Senhor, com toda sorte de instrumentos…” (2 Samuel 6.5)
– “Louvai ao Senhor, porque o Senhor é bom; cantai louvores ao seu nome, porque é agradável.” (Salmos 135.3)
– “Louvarei ao Senhor durante a minha vida; cantarei louvores ao meu Deus, enquanto eu viver.” (Salmos 146.2)
– “Louvem-lhe o nome com flauta; cantem-lhe salmos com adufe e harpa.” (Salmos 149.3)
– “Louvai-o ao som da trombeta; louvai-o com saltério e com harpa. Louvai-o com adufes e danças; louvai-o com instrumentos de cordas e com flautas. Louvai-o com címbalos sonoros; louvai-o com címbalos retumbantes.” (Salmos 150.3-5)

A adoração pode conter a música, mas nem sempre a música contém adoração.

Adoração é vida com Cristo, intimidade dia-a-dia. O nosso louvor é o resultado da nossa adoração ao Senhor. Se não temos um relacionamento com Ele não tem como adorar em louvor.

Muitas vezes professamos mentiras absurdas quando Cantamos,tocamos,dançamos ou qualquer tipo de arte que fazemos no Reino de DEUS. Vivemos de momentos de sentimentalismo puro mais não há verdade naquilo.Pois quando esse momento acaba termina a nossa adoração ali.Pecamos e erramos por não conhecermos as escrituras.

Precisamos entrar no jardim secreto da adoração, lugar onde ninguém nos vê , ninguém nos ouvi só o Senhor. Pra quem tem talento é fácil fazer bonito em frente aos homens e câmeras. Nenhuma dessas pessoas convive conosco. Para o Senhor o que vale é o jardim secreto. Lá nós ficamos despidos. Somos exatamente aquilo ali que Deus está vendo e presenciando. Daí é que acontece o inexplicável. Ele usa a nossa fraqueza para aperfeiçoar-nos no seu PODER  e nos torna aptos para adorar em louvor e então quando isso é exteriorizado milagres acontecem. Cadeias se abrem,mortos ressuscitam, coxos andam,cegos vêem, surdos ouvem…O inferno treme e estremece. Deus não precisa de grandes músicos, cantores e artistas maravilhosos. Técnica é bom. Melhor ainda é ter unção e louvor em adoração. O que importa que adoremos ao SENHOR em Espírito e em verdade. Porque Deus é Espírito. Ele está à procura de corações que são totalmente dEle. Lembremos sempre adoração começa dentro de nós é o que somos é espiritual não é o que fazemos é como vivemos.

Elisângela Reis

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s