Olá galera! Nesses últimos dias, uma questão tem ecoado em minha mente, e decidi compartilhar isso aqui com vocês, para que vocês também possam pensar.

Qual tem sido a motivação da nossa obediência à Deus e seus ensinamentos? Medo das conseqüências da desobediência, pressão de líderes e pais, por mera tradição,  legalidade, ou por amor ao seu Criador?

O Senhor diz:
“Esse povo se aproxima de mim
com a boca
e me honra com os lábios,
mas o seu coração está longe de mim.

A adoração que me prestam
é feita só de regras
ensinadas por homens.” (Isaías 29:13)

Nessa geração de jovens de hoje tem sido muito fácil, confundir isso, pois a maioria foi criada sendo obrigada a ir a igreja, porém pouco incentivada em ler a palavra, orar por si próprio, acostumados a uma série de “regras” por medo e não por amor.

Enquanto nossas escolhas forem baseadas no medo e não no amor, continuaremos sendo inconstantes, pois como diz em colossenses:

“Já que vocês morreram com Cristo para os princípios elementares deste mundo, por que, como se ainda
pertencessem a ele, vocês se submetem a regras:  “Não manuseie!”, “Não prove!”, “Não toque!”?  Todas essas
coisas estão destinadas a perecer pelo uso, pois se baseiam em mandamentos e ensinos humanos. Essas regras
têm, de fato, aparência de sabedoria, com sua pretensa religiosidade, falsa humildade e severidade com o corpo,
mas não têm valor algum para refrear os impulsos da carne. Colossenses 2:20:23

Somente o real amor pelo teu Deus te fará permanecer firmes e constantes na fé.

“Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento.” (Mc. 12.30)

 ♫ Mais que um conceito quero que Sejas mais que uma verdade 

Mais que princípios que me rodeiam mais que um caminhar 

Mais que uma forma de crescer, mais que uma forma de crer

Como o meu respirar quero Te ter bem perto  ♫

Ariane – Mais que um conceito

@EmíliaLazzaroni