Sua perfeita Fidelidade

Olá, Pessoal!

Agorinha mesmo, eu estava orando ao Senhor, pedindo a Ele que me desse forças e me direcionasse para escrever esse post e Ele me fez abrir e ler no meu caderno de devocional isso que eu escrevi há uns dias:

“Que eu não me deixe governar pelos sentimentos. Os sentimentos nos fazem brilhante e também podem nos matar se não o dominarmos. É necessário a determinação de Daniel e seus amigos quando estavam na fornalha, para cumprir o chamado de Deus para nossa vida, mesmo quando às vezes parece que não há nada adiante de nós. No vale do desânimo é preciso conhecer a Deus e dizer: Mesmo em meio a isso tudo, não vou me curvar. Conheço meu Deus e conheço Seu amor por mim. Por isso, se estou no vale, ó Senhor, deixe-me aprender rápido. Deus supervisiona o chamado dele para a minha vida para cumprir a obra dele.”

Wow! Isso foi como um refrigério do Senhor para mim agora… Agora sim estou pronta para escrever… Obrigada, Deus!

Gente, hoje estava compartilhando com a Elis uma experiência que tenho vivido nessa ultima semana, e até foi ela que me incentivou a escrever isso aqui, porque eu cheguei para ela totalmente desanimada porque ontem foi um dia difícil para mim (mas eu já entendi que isso é algo de Satanás para me entristecer, me parar e trazer inquietação) e ela ministrou ao meu coração, e isso foi outro refrigério do Pai. Então, eu resolvi seguir o conselho dela (rs)

Na segunda feira passada, eu comecei a fazer um jejum, direcionada por Deus, (eu confesso que eu sou muito ruim em jejuns, não tenho esse hábito, mas agora tenho visto e entendido a importância e o valor do jejum) e isso eu quero contar para vocês.

Enfim, esse jejum está sendo realmente um grande sacrifício para mim, mas o resultado dele tem sido muito bom, e tem sido muito notório por mim, nesses dias. Eu sou uma pessoa muito ansiosa, muito mesmo e, o Senhor está a um tempo me incomodando com relação a isso, mas eu não estava sabendo como eu poderia tratar disso em mim, e estava pedindo a ajuda D’Ele. Então, na semana passada, eu entendi claramente a necessidade de iniciar um jejum. Pra começar, o meu relacionamento com Deus voltou as “boas”, vocês lembram que eu tinha compartilhado aqui que eu estava passando por um momento em que parecia que Deus não me ouvia e que eu não o ouvia? Nossa! Depois que comecei a jejuar, a minha ansiedade começou a morrer e parece que com isso a minha mente, meus ouvidos, meus olhos e o meu coração se abriram, e agora, eu posso entender nitidamente a voz do Senhor e perceber claramente a Sua presença.

Isso foi tão nítido para mim, que eu vi que eu podia ter evitado tantas “crises” de duvidas, de questionamentos e de inquietações, se simplesmente eu começasse antes o jejum. Agora, eu posso dizer que meu coração está realmente tranquilo e confiante em Deus e nada pode me tirar a paz e a certeza de que Ele cuida de mim.

Queridos, com isso eu entendo que Deus está sempre querendo cuidar de nós e nos direcionar, mas que muitas vezes não percebemos isso, porque nós demoramos para entrar no processo dele. Como eu ouvi do meu querido pastor Paulo, agora eu posso falar assim (rs) Deus faz tudo certo, nós é que complicamos. Ás vezes a resposta está na nossa frente e ela é tão simples e não conseguimos enxergar, porque olhamos para outra direção, guiados pela nossa ansiedade, precipitação e pressa. Mas a questão é: Nunca teremos a paz que precisamos se não olharmos para a direção de Jesus e para os seus propósitos, sempre ficaremos inquietos e aquilo vai ficar nos incomodando.

Acabo de me lembrar da passagem que fala sobre quando Pedro disse a Jesus que se era realmente ele, que o fizesse andar sobre as águas. (Mateus 14)

Jesus é capaz disso, tem poder para isso e está disposto a fazê-lo, mas para isso não podemos olhar para o vento, para as ondas, para as circunstancias, para as outras pessoas, para nós mesmos, para nossa vontade e sermos guiados por ansiedades e precipitações; o que precisamos é estar com nossos olhos fixos n’Ele e nos seus propósitos, sem nos preocuparmos com o final de tudo isso, e ter só a convicção de que será de paz e não de mal (Jeremias 29), caso contrario, afundaremos, e Ele nos dirá: Homem de pequena fé, porque você duvidou? Por que não confiou e acreditou em mim?

Pense nisso: Aprenda a lição rápido, senão ela voltará até que você aprenda.

Minha certeza é essa:

… dentro de mim eu Te escuto dizer

Que Tu vês todas as minhas esperanças e temores

E se eu Te entregar a caneta de minha vida

Tu escreverás um conto que todo o Céu poderá aplaudir…

“Estou convencido de que aquele que começou boa obra em vocês vai completá-la até o dia de Cristo.” Filipenses 1.6

E vai mesmo… eu creio!

De alguém que está na busca constante das coisas que o Pai preparou e que descansa na Sua perfeita fidelidade…

Raíssa Gomes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s