Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo;
Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus.
E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência,
E a paciência a experiência, e a experiência a esperança.
Romanos 5:1-4

Falamos muito sobre espera ultimamente, sabemos que é importante saber esperar em Deus. Mas, em alguns momentos, nos vemos tão desesperados que perguntamos: Quanto tempo mais?! Eu já fiz isso várias vezes.

Passamos por situações em que nos deparamos com gigantes e achamos que não temos forças. Forças para resistir às tribulações e tempestades, forças para agüentar mais um tempo de espera, forças para dar um passo adiante quando nos sentimos tão fracos e fracassados.

Pensando nisso, me lembro de Davi. O menor de sua casa, o que apascentava as ovelhas, aquele que levava comida para os irmãos. Justo ele, pequenino, era o escolhido para derrotar o gigante Golias, pois ele ia em nome do Senhor dos Exércitos. Conhecemos tanto essa história que nem nos apegamos aos detalhes dela. Davi derrotou Golias com uma pedra e uma funda. Não sei se você já viu uma funda, mas é mais ou menos assim:

Como você pode ver, a pedra utilizada por Davi não tinha como ser muito grande, ela era pequena, assim como ele. O que eu quero dizer com isso? Nós não precisamos de muita coisa para derrotar os nossos gigantes, apenas um pouco de fé e esperança. Quando falamos a respeito disso, parece que é muito fácil ou que já estamos cansados de saber sobre tudo isso. Mas, realmente, você tem utilizado uma destas pedras para derrotar seus gigantes? Precisamos utilizar essas pedrinhas, nem que sejam do tamanho de um grão de mostarda.

Gosto muito deste texto de Romanos que diz que a tribulação nos produz paciência, a paciência, experiência e a experiência produz esperança. Eis aí, mais uma vez, nossa famosa palavra: Esperança. Tudo que passamos é um aprendizado para que nós saibamos usufruir daquilo que Deus tem para nós e para que possamos ser moldados ao caráter Dele. Ter esperança significa crer em algo que não aconteceu, portanto, para tê-la, precisamos de fé.  Outro texto que me chama muita atenção é este:

Porque em esperança fomos salvos. Ora a esperança que se vê não é esperança; porque o que alguém vê como o esperará?
Mas, se esperamos o que não vemos, com paciência o esperamos.
E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis.
Romanos 8:24-26

Nós esperamos por aquilo que não vemos, portanto, nisso se caracteriza a esperança: Algo que cremos sem saber o que nos espera, mas temos certeza que é o melhor de Deus para nós. Afinal, nós não sabemos nem pedir, mas o amor de Deus é tão grande que Ele sabe disso e Seu Espírito intercede por nós.

Cara, vocês não imaginam o quanto isso ecoa no meu coração. Eu preciso confiar e esperar por aquilo que Deus tem pra mim. De que adiantará atribular meu coração, encher minha vida de atividades frenéticas e ocupar meu tempo com baboseiras intelectuais? Sem ter esperança pelo que Deus me reserva, nada vale a pena.

Olhando para isso tudo, percebo o quanto o texto de Eclesiastes 3 faz sentido.

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu. 
Eclesiastes 3:1

A começar por mim, vejo o quanto imaturo sou e o quanto preciso aprender.  Não sei se você já reparou nos brinquedos que compramos, Eles vêm com um selo mostrando a indicação de faixa etária para usá-los, ou seja, com qual idade se pode brincar com aquele brinquedo. O órgão que designou aquela faixa etária estudou e sabe que se crianças com uma idade menor do que a indicada utilizarem, podem se machucar. Deus age da mesma forma. Ele não nos dá aquilo que está fora de nossa faixa etária espiritual.

“Então eu Lhe perguntei: Quanto tempo mais?

Ele me respondeu: O tempo suficiente até que você cresça”.

Direto da escola de Deus,

Lucas Ferreira (lucas_scraft@hotmail.com)