O livro do Cântico dos Cânticos retrata um relacionamento íntimo e maravilhoso de AMOR. E eu estou totalmente envolvida por este livro esta semana. Ele retrata uma relação íntima e ardente de Amor da Igreja por Jesus e de Jesus pela igreja. Menciona sobre as características da Noiva que é a igreja e do Noivo que é Jesus. Ao iniciar a leitura uma palavrinha veio em meus pensamentos e invadiu o meu coração: “CONHECER”!

Só nasce o amor em nós quando começamos a conhecer alguém primeiro e nos permitimos ter um relacionamento íntimo dia-a-dia. Este lindo livro nos trás o relacionamento NOIVO X NOIVA e NOIVA X NOIVO. JESUS X IGREJA e IGREJA X JESUS. Hoje nós vamos falar sobre: INTIMIDADE

Verso 2- “Beija-me com os beijos de tua boca ou Que os seus lábios me cubram de beijos!”

Só temos o habito de cumprimentar pessoas com beijos se formos íntimos se de fato conhecemos este alguém. O beijo é toque, tanto quem beija quanto quem recebe o beijo sente o toque. O encontro dos lábios na bochecha ou em outros lábios quando estão enamorados só ocorre quando conhecemos esse alguém. A intimidade vai ocorrendo à medida que conhecemos mais o outro. Quando dia-a-dia sabemos algo um do outro. O início desse verso revela que está embutido nele um desejo de “SE TORNAR ÍNTIMO”. Se tornar íntimo é se despir a cada dia, se revelar como realmente és, é não usar máscaras para esconder defeitos, é a cada dia se fazer conhecido e conhecer. Quando este verso inicia com: Beija-me isso revela um pedido, um desejo. Esta pequena oração ou parte do verso diz ao meu coração que esse deve ser o desejo da igreja do Senhor, da noiva de Jesus. Se tornar íntimo, ter relacionamento com o Senhor. Sabe de uma coisa: Jesus o nosso noivo nos beija cada vez que se manifestamos o desejo a ele. Ah! Queridos ele nos beija com os beijos de sua própria boca quando desejamos nos tornar íntimos dele. Como só se conquista intimidade conhecendo o outro, os beijos de Jesus estalam em meu coração quando lemos a palavra dele e ele se revela a nós. Ele se faz conhecido nosso. É aí que Jesus nos beija com os beijos de sua própria boca. Jesus se revela em cada verso das escrituras sagradas que sai em forma de beijos da sua própria boca para aquele que manifesta o desejo de se tornar íntimo dele e assim iniciar um relacionamento íntimo e verdadeiro com ele. O processo de intimidade não acontece de repente. É construído com o TEMPO. Para nos tornamos íntimo do Senhor é preciso que tenhamos o DESEJO e nos dispormos de tempo com ele e com a palavra para recebermos muitos beijos do Senhor. O que eu quero dizer são revelações do Senhor Jesus. Cada beijo dele é uma revelação dele mesmo de amor a cada um de nós. Que o Senhor revele ao seu coração esta mensagem continuaremos no próximo encontro.

Um Abraço e muitos Beijos meus e do Senhor em seu coração.

Lisa Reis gerada por um Deus que é AMOR!!!!