“Havia um homem que morava em uma cidade não muito grande. Ele era muito rico e dono de algumas fazendas. Certo dia, ele descobriu que tinha uma doença muito grave e começou a ir à muitos médicos. Um cristão da cidade ficou sabendo daquilo e foi até o homem para orar por ele, mas ele não quis, disse que já estava fazendo um excelente tratamento e confiava nos médicos. O cristão respeitou a decisão do homem. Algum tempo depois, este piorou de saúde e o cristão voltou a procura-lo. Mais uma vez, o homem se recusou a receber oração, acreditava que todo o seu dinheiro era suficiente, porque podia pagar os melhores médicos. O cristão novamente o respeitou. Até que aquele homem gastou toda a sua fortuna e não alcançou a cura. Quando não lhe restava mais dinheiro e tempo, o homem, já muito doente e de cama, pede que levem o cristão até o seu leito. Ele vai, ora por ele e lhe conta que Deus queria curá-lo, porém a soberba do homem em acreditar em suas próprias riquezas o impediu de alcançar o milagre. Pouco tempo depois, ele morreu”.

 Ao narrar esta pequena história, gostaria de destacar que aquele homem não tinha apenas uma doença física, ele tinha uma doença espiritual: A soberba. Um dos significados dela, segundo o dicionário, é arrogância ou orgulho. Mas o que isso tem a ver com o assunto? Soberba é o oposto de Humildade. E é sobre isso que vamos falar hoje. Quero lhe apresentar “A Grandeza da Humildade”.

Se por estarmos em Cristo, nós temos alguma motivação, alguma exortação de amor, alguma comunhão no Espírito, alguma profunda afeição e compaixão,
completem a minha alegria, tendo o mesmo modo de pensar, o mesmo amor, um só espírito e uma só atitude.
Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos.
Cada um cuide, não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros.
Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus,
que, embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se;
mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens.
Filipenses 2:1-7

O texto de Filipenses nos mostra claramente como devemos ser e a quem devemos imitar: Jesus Cristo. Ele tinha tudo para se sentir o maior homem da terra, mas, ao contrário disso, Ele se humilhou por amor a nós. Jesus era Filho de Deus, podia fazer qualquer coisa, mas preferiu ser servo.

 Quando estávamos no Chile, certo dia, após um chá da tarde, nosso líder nos reuniu e pediu para que olhássemos a mesa onde comemos. Olhamos e percebemos que estava muito suja. Nós comemos e deixamos tudo lá, sem nos preocupar com a limpeza. Ele nos perguntou por que estávamos ali e, com um sussurro aos nossos ouvidos, nos disse que estávamos ali para servir e que, deixando tudo bagunçado daquele jeito, não estávamos fazendo isso. Eu me envergonhei e logo começamos a limpar nossa sujeira.

 Aqueles que são servos de Cristo devem ser como Ele. Ter as mesmas atitudes que Ele teve e que teria em nossas situações. Jesus pregava ações totalmente contrárias aos desejos humanos: Quando as pessoas diziam para matar seus inimigos, Ele dizia para amá-los e orar por eles. Quando as pessoas diziam que queriam receber, Ele dizia quem melhor é dar do que receber. Quando as pessoas diziam para deixar os outros sozinhos, Ele dizia que se alguém pedisse para caminhar uma milha, deveríamos caminhar duas. Não vemos exemplos em que Jesus se julgava melhor. E por que nós achamos que somos melhores?

Precisamos deixar o Espírito Santo de Deus nos moldar segundo o caráter de Jesus Cristo. Se somos Cristo na terra, por temos atitudes diferentes das Dele?

E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até à morte, e morte de cruz! 
Filipenses 2:8

Ele se humilhou até a cruz. Ele podia ter desistido, Ele podia recusar. Mas Ele obedeceu ao Pai e se humilhou. Imagine o que Ele sentiu. Imagine quão difícil foi negar seu lado Deus e morrer por homens tão ingratos. Mas não acabou por aí…

Por isso Deus o exaltou à mais alta posição e lhe deu o nome que está acima de todo nome,
para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, no céu, na terra e debaixo da terra,
e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai.
Filipenses 2:9-11

Deus o exaltou. Ele não continuou morto, mas fez cumprir a vontade de Deus Pai. Por sua obediência e humilhação, Jesus foi exaltado! Por isso existe uma Grandeza na humildade. Quando escolhemos obedecer ao Senhor e nos tornamos humildes, somos reconhecidos por nosso Galardoador. É isso que Ele nos promete, uma vida eterna e maravilhosa do lado Dele! E isso valerá a pena!

Humilhem-se diante do Senhor, e ele os exaltará. 
Tiago 4:10

Não espere o reconhecimento do homem, prefira negar sua vontade e obedecer a Deus. Humilhe-se e Ele mesmo te exaltará.

 

Aprendendo com o Senhor,

Lucas Ferreira (lucas_scraft@hotmail.com)

Enhanced by Zemanta