O Senhor não somente está sentado no trono e sim intercedendo por nós

Muitas pessoas entendem a fé cristã apenas como bênçãos materiais. Ouvimos muitos testemunhos em que a pessoa diz: “Quando eu vim para Jesus eu não tinha casa, hoje eu tenho uma bela casa; eu não tinha carro, hoje eu tenho o carro do ano; eu era empregado, hoje eu sou patrão”. Jesus faz tudo isso sim, mas a fé é muito mais do que isso. O testemunho é muito maior, é quando você abriu o coração e disse: “O meu Senhor está no trono; o meu Senhor reina sobre todas as coisas. Ele está cheio de glória. Aleluia! É isso que muda, é isso que nos faz viver como cristãos”.

Quando os discípulos viram o Senhor subir, viram também a sua glória. Por isso voltaram para Jerusalém, voltaram para o templo, onde seriam perseguidos e massacrados. Todo tipo de perseguição acontecia, mas o que os mantinha nesse nível de compromisso total com o Senhor era a compreensão de que todas as coisas estão debaixo dos pés do Senhor porque Ele reina.

“Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós.” (Romanos 8.34). O Senhor não está apenas sentado no trono recebendo a glória à qual tem direito. Ele está lá, intercedendo por nós. Quando você é tentado, o Senhor intercede por você. Ele não permite que uma única tentação seja maior do que as suas forças. Quando Satanás vem com fúria sobre sua vida, Ele intercede por você. Se você não vive uma vida bonita, é porque você não quer.

 “Mas eu vos digo a verdade: convém-vos que eu vá, porque, se eu não for, o Consolador não virá para vós outros; se, porém, eu for, eu vo-lo enviarei.” (João 16.7). O Espírito Santo veio, não para visitar você, mas para morar em você. Quando Jesus foi entronizado e se assentou no trono, o Espírito Santo veio para estar com os discípulos e para estar em nós hoje. Cristo mora em nós pelo seu Espírito, e a Palavra diz: Aos quais Deus quis dar a conhecer qual seja a riqueza da glória deste mistério entre os gentios, isto é, Cristo em vós, a esperança da glória.” (Colossenses 1.27). É essa realidade que precisa tomar conta da nossa vida. Quando Jesus voltou do monte, transfigurado, os discípulos viram a nuvem; e aquela nuvem era sempre a realidade da glória do Senhor. 

Tudo muda em nossa vida, quando temos este sentimento de que somos uma dádiva do Senhor e que Jesus Cristo foi-nos preparar este lugar, no qual Ele vive hoje para interceder por nós.

Evidentemente, grande é o mistério da piedade: Aquele que foi manifestado na carne foi justificado em espírito, contemplado por anjos, pregado entre os gentios, crido no mundo, recebido na glória. (1 Timóteo 3.16).

Tendo, pois, a Jesus, o Filho de Deus, como grande sumo sacerdote que penetrou os céus, conservemos firmes a nossa confissão.” (Hebreus 4.14). O ministério de Jesus é tríplice: Rei, Profeta e Sacerdote. Na sua carne, Ele exerceu o ministério como um profeta; como Sacerdote, ofereceu o sacrifício, sendo Ele mesmo o sacrifício; mas na sua ascensão, quando Ele assentou-se no trono, Ele tomou posse da coroa. Você não pode deixar de confessar que Jesus é o Senhor. A palavra, senhor, significa dono, amo, máxima autoridade, soberano, chefe. Quando você diz: “Jesus é o meu Senhor”, você está proclamando: “Jesus é o meu Rei, Ele é o meu dono, é a máxima autoridade sobre a minha vida”. Confesse, meu querido, Jesus como o seu Senhor e Salvador!

Que Deus nos abençoe

Michel Alves

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s