Tenho conversado com muitos jovens e adolescentes e todos eles têm sempre uma fala em comum: A tentação é grande!

Eu tenho que concordar, as tentações realmente são imensas e constantes e, quando somos jovens, parece que se multiplicam e se tornam maiores ainda: Bebidas, boates, drogas, sexo, consumismo, pornografia, vícios e por aí vai. Somos bombardeados por todos os lados e, muitas vezes, não sabemos como lidar com este tipo de coisa.

As tentações podem se apresentar de diversas maneiras, mas, geralmente, elas vão tocar em seu ponto fraco. Isso mesmo, aquilo pra você que é mais difícil de rejeitar, será apresentado diante de você, como uma bandeja repleta de comidas saborosas prontas para serem degustadas. Finanças, falsidade, infidelidade, sexualidade, e outras mais, mas sempre em seu ponto fraco. O diabo faz isso para nos fazer cair e para tentar provar para nós mesmos que não somos capazes de rejeitar uma tentação e, principalmente, não somos capazes de agradar e obedecer a Deus. O pior, é que na maioria das vezes ele consegue.

 

Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta.
Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência.
Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.
Tiago 1:13-15

 

Você pode dizer que eu sou duro demais, mas esta é a verdade. Nós dizemos tão crentes e tão santos e não conseguimos rejeitar uma armadilha que satanás coloca em nossa frente porque não resistimos às tentações. Mas olha, você não é um ET, isso acontece com todos nós, mas a Bíblia tem todas as respostas que precisamos saber a respeito.

Não sobreveio a vocês tentação que não fosse comum aos homens. E Deus é fiel; ele não permitirá que vocês sejam tentados além do que podem suportar. Mas, quando forem tentados, ele lhes providenciará um escape, para que o possam suportar.

1 Coríntios 10:13

 

Precisamos entender uma coisinha básica: NÓS NÃO CONSEGUIMOS SOZINHOS! Essa é a ideia primordial que temos que ter. Se tentarmos enfrentar todas as nossas tentações sozinhos é fracasso na certa, meu amigo! Nós dependemos de Deus, e é Dele que vem o nosso escape nos dias em que não podemos suportar. A Palavra nos diz que não há uma tentação tão grande que, nem com a ajuda de Deus, nós não possamos suportar, mas isso exige sacrifício nosso de rejeitar a nossa própria vontade.

Falando mais especificamente sobre tentação sexual, gostaria que pensássemos a respeito de um jovem que nos conta a Bíblia: José. A Palavra conta que ele era um rapaz forte e bonito, isso nos dá a entender que ele chamava a atenção das garotas (talvez como você, ou não! Haha), e veja o que aconteceu com ele:

 

Desde que o deixou cuidando de sua casa e de todos os seus bens, o Senhor abençoou a casa do egípcio por causa de José. A bênção do Senhor estava sobre tudo o que Potifar possuía, tanto em casa como no campo.
Assim, deixou ele aos cuidados de José tudo o que tinha, e não se preocupava com coisa alguma, exceto com sua própria comida. José era atraente e de boa aparência,
e, depois de certo tempo, a mulher do seu senhor começou a cobiçá-lo e o convidou: “Venha, deite-se comigo! ”
Mas ele se recusou e lhe disse: “Meu senhor não se preocupa com coisa alguma de sua casa, e tudo o que tem deixou aos meus cuidados.
Ninguém desta casa está acima de mim. Ele nada me negou, a não ser a senhora, porque é a mulher dele. Como poderia eu, então, cometer algo tão perverso e pecar contra Deus? ”
Assim, embora ela insistisse com José dia após dia, ele se recusava a deitar-se com ela e evitava ficar perto dela.
Gênesis 39:5-10

 

Este episódio da vida de José é um tanto interessante. O que seria pra um jovem, como nós, no auge de seus hormônios agitadíssimos, rejeitar uma mulher? Isso é uma questão descartada nas conversas na Universidade. O que sempre ouvi foi: o que vier, eu traço! Inclusive já ouvi muitos “cristãos” dizerem isso. Já ouvi uns dizerem que a carne é fraca, mas isso não passa de uma desculpa de quem não quer realmente sacrificar sua vontade pra obedecer a Deus.

 

“Vigiem e orem para que não caiam em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca”. 
Mateus 26:41

 

Por isso digo: vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne.
Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam.
Mas, se vocês são guiados pelo Espírito, não estão debaixo da lei.
Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem;
idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções
e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti, que os que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus.
Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade,
mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei.
Gálatas 5:16-23

 

José poderia fazer aquilo, talvez ninguém ficasse sabendo. Mas ele preferiu não desobedecer a Deus. Duas coisas me chamam muita atenção no texto de Gênesis:

1)      Como poderia eu, então, cometer algo tão perverso e pecar contra Deus?

Ele cita que tinha tudo o que precisava de seu senhor (Potifar), mas ele reflete sobre como poderia fazer isso com Deus. Ele tinha consciência de que quem cuidava dele e proporcionava toda aquela graça diante de Potifar era Deus e que ele não poderia fazer isso com quem dava tanto a ele. José reconheceu a soberania de Deus e PREFERIU não desapontá-lo.

Quantas vezes eu e você não desapontamos a Deus? Sabemos Seus estatutos, dizemos que andamos em Seu caminho, mas, na verdade, escolhemos nos servir na bandeja de satanás.

2)      Assim, embora ela insistisse com José dia após dia, ele se recusava a deitar-se com ela e evitava ficar perto dela. 

A Bíblia diz que ela insistia dia após dia. Se coloca na pele desse cara, imagina uma mulher (ou um homem, no caso das meninas) se oferecendo todo dia pra você. Ela tentava todo dia, você está entendendo isso? Mas ele RECUSAVA! Isso mesmo, ele rejeitava trair a Deus e a seu senhor Potifar. Isso sim é ser CRENTE, meu amigo! Não é qualquer um que tem essa moral de falar: Eu consegui! Ele também evitava ficar perto dela… isso é um assunto que dá pano pra manga, mas quero dizer, pra você que não quer casar e fica doidinho pra chegar nos finalmentes, fica perto ”demais” da namorada, trocando carícias íntimas, ficam sozinhos em casa (isso vale pra meninos e meninas, ok?). Meu amigo(a) temos que entender que da tentação a gente corre! E não sou eu que estou dizendo, confere aí:

Foge também das paixões da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor, e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor. 2 Timóteo 2:22

Por fim, quero encorajá-lo a não desistir. José poderia ter feito aquilo, mas ele escolheu não fazer. Que nós, jovens, possamos escolher a boa parte, escolher agradar ao Senhor. As tentações vão vir, não tem jeito, mas com a ajuda de Deus e nossa própria vontade, nós podemos vencê-la. Tudo o que passamos aqui não se compara com a glória que há de ser revelada! E quanto ao futuro, o casamento, os filhos… pode deixar que o Pai está preparando tudo pra hora certa!

Um abraço,

Lucas Ferreira